Home Arquitetos Projetos Publicações Contato
Petrobras Vitória voltar
Vitória, ES / BR - 2006 A diretriz assumida na concepção arquitetônica da Sede Administrativa da Unidade da Petrobrás em Vitória-ES, foi a de buscar um conjunto de edificações, não somente adequado à sua finalidade imediata e harmônica com a topografia do terreno, mas também marcante como imagem coorporativa, dotada de conforto ambiental, esteticamente correta, contendo espaços e percursos agradáveis, bem como áreas de amenização e acessos que conduzem o mais diretamente possível aos vários destinos. O projeto arquitetônico aproveita as fontes naturais de energia Inspirada no conceito arquitetônico do antigo Convento da Penha, a nova sede da Petrobras no Centro de Vitória (ES) foi concebida para se tornar um marco da arquitetura local. Como o convento de Vila Velha (na Grande Vitória), a nova sede da Companhia será erguida no alto de um morro arborizado. Sua volumetria lembra, ao mesmo tempo, a antiga construção de 1558 e as obras modernistas de Frank Lloyd Wright, Luis Kahn e Mies Van der Hoe, mestres do autor do projeto, o arquiteto Sidonio Porto. Ajustada aos mais avançados conceitos de ecoeficiência, a nova sede será emoldurada por um parque arborizado, e aproveita as riquezas naturais da região, como a energia solar, que moverá parte das instalações do prédio. A construção também foi projetada para facilitar a circulação interna dos ventos, contribuindo para refrescar o ambiente de forma permanente e natural. Essa mistura, que remete simultaneamente às primeiras edificações da região e ao contemporâneo, confere ao projeto uma harmonia perfeita com o contexto urbano local. A topografia escolhida para instalar a nova sede acentua a força da obra arquitetônica e reforça a imagem corporativa da Petrobras, dando ampla visibilidade à sua marca. A imponência da nova sede da Companhia no Espírito Santo corresponde à importância que o estado vem adquirindo no cenário da indústria petrolífera nacional. A previsão da Petrobras é que o estado se torne o segundo maior produtor de petróleo do Brasil, já no primeiro semestre de 2006, com 180 mil barris de óleo por dia, ficando atrás apenas da Bacia de Campos (RJ). A equipe de Sidônio Porto, sediada em São Paulo, foi a vencedora do Concurso Nacional de Arquitetura promovido pela Petrobras, em conjunto com o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), para a construção da nova sede. Uma iniciativa que, nas palavras do arquiteto, “valoriza a arquitetura brasileira”. Os vencedores foram anunciados em cerimônia realizada no Espírito Santo.